Relatos de processos: sustos e alívios de carnaval

Relatos de processos: sustos e alívios de carnaval

Tão engraçado, Ângelo, como tudo tem acontecido de forma tão leve, ao mesmo tempo de forma intensa e profunda. Cada dia você cresce mais, mais e mais, te sinto mais, te amo mais! O ano começou com nossa mudança de Santos, pra São Paulo. Foi um pouco triste deixar aquele lugar que tanto amo, onde você foi gerado, onde aprendi tanto e pude me desenvolver nos últimos 5 anos. Porém, assim é a vida: ciclos. E lá na baixada, pelo menos por ora, um ciclo tinha se fechado, para outro se abrir. Aqui em Sampa, filho, temos a proximidade da nossa família. Seus avós, tios, nosso médico do pré-natal e do parto, além de alguns amigos daqui. Logo na primeira semana, um “resfriado” pegou a gente de jeito. Analisando com cuidado, percebi que talvez fosse nossa adaptação com o clima seco da Selva de Pedra e o cansaço da mudança, que nos fez ficar meio moles e abatidos. Bastante água, manteiga de cacau na boca e alimentação saudável, logo nos recuperamos disso. Aqui em casa, nossa vida está se ajeitando. Já temos internet e pude voltar a trabalhar, assim como organizar o seu chá, onde iremos confraternizar e celebrar com amigos e familiares a sua chegada. Ainda faltam detalhes na casa, além de todos os seus móveis e utensílios. Só peço uma coisa: não se apresse a chegar, filho, ainda não estamos prontos. Espera até maio. Falando nisso, que susto, heim, neném. No domingo de carnaval tive forte dores na região do estômago, fomos no pronto socorro do SUS aqui do lado de casa, mas fomos liberados logo só com indicações de... ler mais
Me ame por agora

Me ame por agora

Se eu escrever Um poema pra você Você iria se assustar Sair correndo e me evitar? Me ame por Agora Só por hoje, de dentro pra fora Entrega seu amor pra mim Só o Agora não tem fim Meu sorriso é seu Meu amor também Sem compromisso! Como faz, isso? Com profundidade Mantendo a serenidade. Você me diz que eu sou linda Enxergo sua beleza mais ainda Somos dois seres especiais Duas pessoas legais… Que acontece Quando duas almas se parecem? Big bang, Só um bug, Tudo, nada Começo, fim No fundo o ser humano Só quer ser amado e bem... ler mais
Como consigo

Como consigo

Me chamam de puta Falsa Não sabem o que falam Estaria bem sendo puta, Se eu fosse uma. Só eu sei o quanto sou falsa… Comigo mesma. Só eu posso me conhecer Suficiente pra me julgar Pra me recomendar mudar. Sinto sua raiva e indignação Com o mundo. Tem sido duro Ser trouxa, não é? Escolha não ser mais. Force-se a sair disso. Force-se a rejeitar gente sugando sua energia. Atenção! Alerta! Quando atacamos alguém É porque estamos feridos. Ninguém ataca ninguém a toa. Eu estou pronta pra ser atacada Sou linha de frente, Resistência Conheço minha essência Não aceito elogios nem xingamentos Meu ego não infla nem murcha Por causa dos outros Os outros são espelhos Me vejo em você E sei que você se vê em mim Fortaleço meu ego pra ser útil Para me servir. Fortaleço meu ego E não deixo que mande em mim. Não deixo que ninguém me controle Só em conexão com o fluir da vida em contato com o Universo Me conecto com o Ser Me chamam de puta e falsa, Mas só veem o que reflete nelas. Não me conhecem. Nem eu me conheço por completa Só o suficiente pra estar em... ler mais
Mas você não deixa

Mas você não deixa

Eu queria poder te amar… Cada parte do seu corpo, saborear Desfrutar da companhia de sua alma, Alcançar o desconhecido, com calma Mas você não permite, Estabelece um limite Tem medo de amar e deixar amar Me arrepia quando te escuto falar Quando me chama Quando faz drama Quando aparece sem avisar Mas não posso alimentar O casual, O superficial Se você não deixa, me despreza Vou é amar outro alguém, sem pressa Que permite Que não tem limite Porque é você quem eu queria Mas você não... ler mais
Não me entenda errado

Não me entenda errado

Diálogo pra compreensão Quero abrir meu coração Ser entendida E surpreendida Sem fazer um personagem Não gosto dessa abordagem Queria falar e ser compreendida Mesmo que tenha que ser repetitiva Dizer o que sinto, Não achar que eu minto. Emanar palavras pra você E realmente conseguir me ver Por inteira Mensagem... ler mais
A ofensa da generalização

A ofensa da generalização

No meu trabalho como feminista, uma das coisas mais irritantes que tenho que encarar é o fato de que os homens não aceitam que eles, por mais gente boa que sejam, também podem agir de forma inadequada, falar coisas sem sentido para nós e deslegitimar nossa dor. O mais comum dos ataques histéricos dos machistas “gente boa” (às vezes esquerdo-macho) é que nós, mulheres, não podemos generalizar quando falamos de homens. “NEM TODO HOMEM FAZ ISSO, portanto sua fala não é válida”. “Generalizar está errado”  “você está errada em generalizar” e todo mimimi de macho oprimido Pois bem. Outro dia eu tive que ler que os caras não achavam adequado as rappers feministas falarem apenas de machismo, sempre cantar sobre como nós, mulheres, somos objetificadas e abusadas, afinal, para esse rapaz, todo mundo já sabia disso, não precisa falar mais sobre isso. Leia o comentário dele: “(…) (A rapper) perde muito tempo falando sobre estes mesmos assuntos, entendeu? Até nas letras agora só tem homem tem que respeitar mulher, mujer não é objeto e tal, como se precisasse dizer isso as pessoas.” Eu também queria que não fosse necessário, porém, na minha vivência – É NECESSÁRIO, sim. Talvez, a novidade PARA ELE seja que a gente sente a falta de respeito na pele, o tempo todo. E por que não “podemos” falar sobre isso? Quando eu disse que sim, precisamos falar sobre isso pois HOMENS EM GERAL ainda nos tratam com falta de respeito, ele deslegitimou todo meu comentário porque eu generalizei. Eu disse: “PRECISAAAAAAAAAAA!!! A gente tá BERRANDO isso!!! Vc ouviu minha letra (a Resistência das Minas)??? É a nossa vivência!!!! Como... ler mais
A gente precisa d’a gente

A gente precisa d’a gente

A gente precisa d’a gente Sororidade Uma apoiando o processo da outra A gente precisa d’a gente Conversa por horas Compartilhando experiências A gente precisa d’a gente Porque somos nós as mais conscientes Sobre nossa própria dor A gente precisa d’a gente Porque eles, muitas vezes, Não ouvem nossas necessidades A gente precisa d’a gente Pra mostrar que existe quem se importa Que a gente é linda como é A gente precisa d’a gente Pra nos lembrar Que não precisamos nos comparar Que sentimentos ruins fazem parte Que sentir raiva de homem é normal Que eles estão errados ao nos ferir Que eles podem ter dois carros, mas não dois papos Que nós somos suficientes Que nós somos fortes Que juntas podemos iluminar um mundo inteiro. A gente precisa d’a gente E eles... ler mais
Se afasta

Se afasta

Se tem medo de amar Se afasta Se tem medo de mergulhar Nem cola Ter medo de sofrer, Compreensível. Quem não tem? Não vou mudar por ninguém E faça o mesmo por mim Quero me abrir, mergulhar Nas profundezas de um ser Viajar Sem expectativas do que vou encontrar Só explorar e conhecer O amor, diferentes formas Vínculos Famílias Tipos Já sou o Amor, não tenho medo de quem sou. Meu oposto é o medo Sou forte Se tem medo de amar Se... ler mais
O amor se vai

O amor se vai

To tentando seguir em frente Esquecer da gente Viver mais leve, Como se deve… Na mente habita um furacão A alma é plena e no coração Doí a distância, mas fica a paz De um romance que não dá mais. A vida passa, sem distração Aprendizado e força na decisão Vivência não é tempo desperdiçado Mas não mereço meu coração despedaçado Na experiência do amor livre Em que se vive, Se entregar é fundamental Mas se fechar se torna fatal Se esconder por trás da dor Pra não viver um novo amor. Amar não é energia perdida Mas eu mereço ser correspondida Gosto da profundidade do Universo Infinitas formas pra escrever o verso Viver um amor completo, não pela metade Mas tem que ter coragem pra viver na intensidade. Mereço mais. Mereço paz. Se tudo se vai, se amar é sofrer Quero ao menos alguém que faça por... ler mais
Rede de Apoio

Rede de Apoio

Ângelo, meu amor! Estamos com 5 meses. Não escrevo mensalmente, mas vim aqui falar de algo muito especial e presente em nossas vidas. Desde que eu descobri que você está aqui com a gente, minhas amigas (e amigos) têm se mostrado tão amorosos e preocupados com a gente, mais do que nunca e, ao mesmo tempo, como sempre foram comigo. Elas me perguntam da nossa alimentação, do nosso bem estar, se a gente tá enjoando, se a gente tá feliz, se estamos confortáveis, se você está mexendo!!! No dia do Natal, dia 25/12, você se mexeu e eu senti pela primeira vez. Sua avó Lindaura também sentiu, com muita alegria. Uma amiga virtual, inclusive, disse que também sentiu a bebê dela nesse dia, e fez uma referência sobre as energias da data. Todas as minhas amigas se animaram, quiseram também sentir. Aí ontem fomos à praia com algumas delas. Na foto está: Jordana, Candy, Carla, Júlia, Alice e Felipe (irmão da Alice, que quis te sentir mesmo não tendo tanta intimidade com a gente). E essa turma é só uma parte de nossa rede! Por enquanto eu só te sinto deitada, então deitei e ficamos falando com você. Todos sentiram, e AMARAM te sentir. Recebemos MUITO amor e foi um momento inesquecível. Ângelo, você não tem ideia de como somos sortudos, filho!!! Temos uma rede de apoio INCRIVEL, mulheres (e alguns homens) dispostos a nos amar, a nos receber, a nos paparicar e nos orientar. Estamos feitos, filho! Escrevo essa carta pra um dia você saber, pra eu não me esquecer, do amor que estamos recebendo. Da sorte que temos! Dessas pessoas... ler mais
Página 1 de 3912345...102030...Última »

Confira meu Single A Resistência das Minas

 

Sou escritora, terapeuta holística, facilitadora de processos de autoconhecimento e estou colocando “Ritmo” em meus escritos (Poesias) e fazendo um RaP disso tudo, um rap no estilo “zen vergonha”, risos.

Eu amo escrever e compartilho meus processos de evolução para que as pessoas se sintam inspiradas a correrem atrás de seus próprios sonhos.  Quando eu escrevo, exponho meu ponto de vista. Minha leitora ou meu leitor não necessariamente concorda comigo e, na verdade, concordar ou não é o que menos me importa.

Quando escrevo, estou fazendo uma terapia. Estou tirando algumas conclusões de assuntos que muitas vezes são inconclusivos. Conclusões essas que posso expandir ou até mudar a partir de uma nova informação ou experiência. Quando escrevo, estou racionalizando meus processos de autoconhecimento e conhecimento do mundo.

Quando eu disponibilizo o que estou escrevendo para que as outras pessoas possam ler, minha intenção é que, se sentirem no coração, reflitam sobre e tirem suas conclusões pelas próprias experiências!

Como terapeuta e facilitadora de processos de autoconhecimento, sou praticante da técnica de cura energética ThetaHealing e criei uma Oficina de Autoconhecimento. Essa Oficina tem uma metodologia exclusiva porque é do meu coração para o coração de vocês, eu mesma desenvolvi a partir de estudos de comunicação (sou formada em Jornalismo), cura energética e reprogramação mental (ThetaHealing e outras técnicas) –  então é bem especial mesmo <3

Essa metodologia chamada Sistema de Gerenciamento de Questões Pessoais propõe um novo olhar sobre um “problema” (questão), com foco na *solução*.

Estou produzindo meu primeiro álbum de música como Gabitopia e logo tratei novidades <3

 

Paz e Luz

Nesta categoria, você encontrará textos sobre minha experiência com a espiritualidade. Como um Ser em evolução, faço aqui as reflexões sobre como me conectar com meu Eu superior e como posso ser uma pessoa melhor no meu cotidiano com minha família, amigos, desconhecidos e nas relações profissionais.

Esta categoria é muito mais genérica e estão os textos sobre comportamento, vegetarianismo e outras reflexões sobre o meu estilo de vida ideal.
Estilo de Vida

Esta categoria é muito mais genérica e estão os textos sobre comportamento, vegetarianismo e outras reflexões sobre o meu estilo de vida ideal.

A categoria mais antiga do blog! Em Crônicas você pode ler todos meus textos cheios de aventura, romance, reflexões e, claro, muito beijo na boca. Tudo escrito com muito carinho, cada crônica escrita no tom e no ritmo que achei coerente para o tema.

A categoria mais nova do site, criada em Julho de 2015.  Segundo Aristóteles, a catarse diz respeito à purificação das almas por meio de uma descarga emocional provocada por um drama. Neste espaço exponho porque eu me sinto purificada com algumas obras artísticas, por exemplo: músicas, longas ou curtas ou artes plásticas.
Catarses

A categoria mais nova do site, criada em Julho de 2015.  Segundo Aristóteles, a catarse diz respeito à purificação das almas por meio de uma descarga emocional provocada por um drama. Neste espaço exponho porque eu me sinto purificada com algumas obras artísticas, por exemplo: músicas, longas ou curtas ou artes plásticas.

Em Matérias, publico os textos jornalísticos que produzo de forma independente e livre. Os temas são os mais diversos, inspirados nos últimos acontecimentos ou de temas que são relevantes para mim. Alguns materiais são da época da faculdade em que guardo com muito carinho toda aprendizagem dessa importante fase da minha vida.

Essa categoria foi criada após eu conhecer o campo da manipulação de energia com o objetivo de curar minhas feridas emocionais e fisicas, sanando-as e desobstruindo meus centros de energia para que eu possa cumprir minha missão de forma mais saudável, feliz, em paz e com gratidão. Aqui compartilho o que aprendo.

Gabriela Pagliuca

aka/vulgo Gabitopia

Sou artista e facilito processo de autoconsciência. Alimento o Gabitopia, esse blog, há mais de 11 anos. Estudei e sigo estudando comunicação, facilitação de grupos e técnicas de cura a partir de manipulação de energia (holística).

Meu blog é onde está quase todo meu trabalho como escritora, para saber mais clique aqui. Para saber mais do meu trabalho como facilitadora de processos de autoconhecimento, acesse aqui.

Meu propósito é amar, dar amor e estar em paz. Aqui é meu lar virtual, uma ferramenta para eu cumprir meu papel!

Gosta do Gabitopia?

Faça uma Contribuição Voluntária

Para apoiar o Gabitopia e meu trabalho de forma geral, você pode contribuir no botão abaixo, com o valor que quiser. Se quiser fazer uma contribuição voluntária ou parceria recorrente (mensal, semestral, etc), entre em contato no gabitopia@gmail.com que podemos conversar melhor.

Agradeço muito a todos que já me apoiam, pois sem esse apoio não conseguiria!

Envie uma mensagem preenchendo o formulário:

gabitopia@gmail.com

w

(13) 981310537

whatsapp