sacolamofficerSerá que empresas como a M. Officer podem mesmo ter a imagem lavada aos olhos de defensores do meio ambiente e animais? Ontem passei pela loja M. Officer e a olhei com cara de nojo, como sempre faço. A loja vende algumas roupas feitas de pele. O dono, Carlos Miele, não demonstra nenhuma compaixão pelos animais. Ele deu uma entrevista, em 2011, dizendo que os animais de cativeiro são criados para isso e que devem ser consumido por completo, até o osso. Disse ser contra uso de animais selvagens para esse fim e que “se não podemos usar peles de animais de cativeiro, temos de discutir se podemos continuar comendo peixes e carnes”. (peixe é carne, mas ok, ele deve comer só as escamas ou as espinhas, sei lá.)

Percebo que a única motivação dele é a lei. Não é questão de poder ou não, senhor Miele. Podemos usar pele e comer carne, mas será que devemos?

Pior ainda é trecho do comunicado oficial sobre esse assunto, pois senti que eles fizeram o público de idiota. “Somos absolutamente contra qualquer tipo de maus-tratos aos animais e apoiamos incondicionalmente qualquer solução inteligente, mudanças, leis e órgãos oficiais de controle para as questões que afligem o meio-ambiente e a vida no planeta”. Eles apoiam incondicionalmente mudanças porque sabem que uma mudança mais radical está longe de acontecer.

Isso foi ano passado (2010), mas, para mim, nunca vai passar. Foi então que ontem, quando passava pela loja, uma mocinha saiu de lá com uma sacola bege com um grande símbolo de reciclável ao lado: “nossa! que loja sustentável, heim, usando sacolas recicladas!”.

Que grande hipocrisia que virou esse lance de sustentabilidade! A loja quer se fazer de sustentável por usar uma sacola reciclável, mas usa roupa de pele de animal. Eu imagino em relação à coisas simples, do dia-a-dia, por exemplo, separar lixo reciclável ou economizar energia e água. Não aparece na mídia e nenhuma lei obriga, será que cuidam disso? Essa loja até tem parceria com uma cooperativa, mas porque isso valoriza a marca, as pessoas veem, tá na mídia. Para mim, isso é apenas um planejado e grande greenwashing.

moda-ecologicamente-corretaVirou moda parecer sustentável. Infelizmente, percebo que essa sustentabilidade é falsa. Eles dizem apoiar mudanças de lei, mas, cara, a MUDANÇA começa com CADA UM DE NÓS. Começa em cada atitude nossa e de nossos negócios. Fazer a parte deles, espontaneamente, eles não fazem. Até quando vão nos enganar? Empresa sustentável é empresa que tante ao máximo estar em harmonia com o natureza, e não empresa que só segue moda… Mas o que poderíamos esperar de uma empresa como essa, não é mesmo? Nada contra moda em si… Minha revolta se estende a todas as empresas “greenwasheras”!