Resolva seus problemas familiares até o Natal

Resolva seus problemas familiares até o Natal

Precisamos nos Misturar – Uma brisa sobre conexão e família Eu sou uma pessoa que GRITA muito POR CONEXÃO com quem eu amo, com a sociedade. Eu quero ser aceita, quero fazer parte, quero me misturar. Infelizmente, as pessoas ainda me desmerecem, diminuem e me tratam com inferioridade apenas por eu ser mulher. Sim, você pode não acreditar, mas é verdade. É como eu me sinto e ignorar isso é fazer o que fazem todos os dias comigo. Mais um. Mais uma vez. Hoje eu sinto que já alcancei meu espaço e autoconfiança, mas me sentir assim por tanto tempo expandiu minha percepção e pude perceber algumas dinâmicas familiares e sociais que estabelecemos constante e inconscientemente. No último sábado, desenvolvi minha teoria no meu caderninho e compartilhei com minha mãe, gravei e tô aqui compartilhando. E a seguir, resumindo o vídeo, compartilho CINCO passos para resolver seus problemas familiares até o Natal: – Tudo começa no querer se aproximar. Se sua consciência diz que é importante você se aproximar dessa pessoa, se aproxime. – Tire as suas armaduras e guarde suas armas. Na hora de AMAR, não é hora de se DEFENDER. É preciso se abrir para GERAR A CONEXÃO. – Ouça o ponto de vista da outra pessoa com atenção. Se a pessoa com quem está tentando estabelecer um laço lhe disser que se sentiu ou sente mal com você e com suas atitudes (de hoje ou de antes), você precisa ouvir seu desabafo, compreender seus sentimentos e começar a agir de uma maneira mais amorosa e respeitosa no ponto de vista da pessoa – pois do seu jeito,...
Opressão social: você também é oprimido

Opressão social: você também é oprimido

Você também é oprimido, ser humano que me lê. Vamos de autoconhecimento! Todo esse papo de feminismo é porque eu sinto, todo dia, a todo momento, uma PRESSÃO da sociedade por ser mulher. Vocês me tratam diferente por ser mulher. Outro dia um homem me disse que ~tem medo de me tratar como uma mulher; falar de homem pra mulher~, pois acompanha meus posts feministas. O que isso significa? Ele estava tentando ser carinhoso, eu não levei como assédio – no contexto ele parecia querer dizer algo legal. Mas ele disse isso – o que significa um medo de me tratar como um homem trata uma mulher? Como ele trata? Assediando? Toda hora querendo contato Romântico?? Eu só quero ser tratada como um Ser Humano – disse isso a ele. Uns dias antes, um outro me disse que EU tinha que tomar cuidado pra ELE não se apaixonar. Igualmente, acredito que ele estivesse sendo carinhoso, dizendo que eu era apaixonante – mas eu disse a ele que não, que quem tinha que tomar cuidado era ele de não se apaixonar, e estabeleci um limite, pois estava falando com ele sem essa intenção. Parece que sempre estamos na pista pra ser arrematada por um macho, que sempre preciso estar fazendo minha dança sensual do acasalamento. Sempre a disposição pra ser “conquistada”. É uma sensação horrível. Eu preciso sempre deixar claro e mesmo assim tem homem que se ilude com seus próprios desejos e fantasias e já chegam achando que estou garantida pra ele. Eu só queria ser tratada como um ser humano na sociedade, mas eles me veem como um...
Um Salve às Ancestrais

Um Salve às Ancestrais

Sou minha mãe Minha avó, minha tia Sou todas as mulheres hoje Misturadas, perco minha essência Reconheço cada uma como uma Reconheço cada uma como única Me separo delas, me uno Sou Uma. Somos uma em gratidão. Um Salve às minhas Ancestrais Um Salve às Ancestrais de todas as Eras Gratidão em mim, Um ser sem...
Agora, né?!

Agora, né?!

Agora, né?! No fim, na perda. Agora, né?! Podia ter feito tanto antes, Mas resolveu, Agora, Na perda, No fim. Por amor, Na dor, Sem rancor. Agora. Único momento existente, O momento presente. Então, me perdoe. Me perdoe pelo tempo que fui ausente, Eu não sabia fazer diferente. Se as coisas pudessem mudar Só de um sorriso, De dizer eu te amo… Eu faria. Se isso for suficiente, Saiba que sempre te...
Morte

Morte

Morte Óbvia, lógica. Impermanência de tudo. Sofrimento, fato: Nascer, Talvez envelhecer, Adoecer, Morrer. O Ser amado que se vai. Ser amado muda tudo. Amar em vida, Orar em prostação. Agravar a dor com a projeção. Sou eu amanhã, o que fiz da minha vida até aqui? O que posso fazer hoje? Verdade individual e contexto em desarmonia. Negar a verdade: Direito! Defesa! Permitido. Sofrer, mas conhecer o centro, Manter a razão. Estar no momento presente. Estar presente, Vivo. Ter fé no infinito, No Amor. Perceber a Compaixão. Emanar luz. Amar como for. Acolher, desabar. Meditar, descobrir-se. Morrer em vida. Vida...
Empatia e Compaixão:  um relato sobre meus processos de autoconhecimento e assumir a responsabilidade do machismo pra mim

Empatia e Compaixão: um relato sobre meus processos de autoconhecimento e assumir a responsabilidade do machismo pra mim

Foto: eu no sarau da Biblioteca São Paulo apresentando meu trabalho para o pessoal <3 Homens, eu admito: estava errada o tempo todo. Eu estava ferida e sempre que reagi foi culpa da minha ferida infantil. Por sorte e privilégio, tenho feito terapia desde os 10 anos e já deu tempo de curar diversas mágoas em diversos aspectos da minha vida. Inclusive sobre o sistema / Matrix. Inclusive sobre machismo. Tenho muita coisa pra curar ainda (não gosto nem de pensar nisso, que me desespero), mas essas coisas que me incomodavam no dia a dia, que me feriam sempre – essas micro agressões, eu já estou curando. O machismo não podia tirar meu centro de paz, nada deveria ter essa força, fui atrás da cura. Pode parecer mimimi à primeira vista, se seu preconceito falar mais alto e tiver preguiça de ler. Se for isso pra você, perfeito, nem precisa seguir lendo e me deixe com meu mimimi. No entanto, se você quer construir algo coletivo como eu, mergulhe nesse relato de coração aberto pra me ler – se não conseguir, apenas procure ver se o que está escrito tem lógica. Eu procurei ter o máximo de empatia e compaixão pra escrever, como os meninos andam me pedindo ao me expressar. Acho que posso ter isso de volta. Mas lembre-se de que, ao se colocar no meu lugar, nossas lógicas costumam ser diferentes: Homem: A —– B Mulher A ~~~~~~~~~~~~~~~~%%%% B E isso não é ofensa pra mim, porque eu realmente penso de forma diferente de alguns homens e gostaria de ser respeitada por esse simples fato. Obrigada, seguimos...
Página 1 de 1512345...10...Última »