Dúvidas

Dúvidas

Por que não conseguimos amar mais? Por que não conseguimos tolerar quem nos faz mal? Por que não conseguimos aceitar com plenitude? Por que temos tantos obstáculos pra ter paz? Por que a paciência é tão seletiva? Por que os sentimentos ruins nos impulsionam? Por que as questões sociais nos afetam tanto? Por que parece que estamos competindo pra ver quem sofre mais? Por que estamos aqui, nesse terreno tão hostil, nós que queríamos amar mais? As perguntas são mais importantes que as respostas. Até quando? Pra que? Por que eu estou sob essa condição? Por que? Pra que? Em que?...
Eu e ele

Eu e ele

Eu e ele quebramos minha cama Conversamos sobre terra plana Era amor, minha casa ele varria Ele conseguia ter empatia Ele peixe, eu timão Uma hora terei que abrir mão. Me abraçou, me marcou Me conquistou, Me deixou. Não sabe me dizer não, Mas diz sim em vão. Ele me inspira, É tão triste quando se retira. Ele não está aqui, Ele não está nem aí. Eu o deixo ir. Um dia vou pensar nele e só...
Eu não quero ser você

Eu não quero ser você

Eu sou eu Mas você acha que eu sou você Sou uma parte sua Que você rejeita Que você afasta e não respeita Prefere não conhecer Mas hoje vim por nós aqui interceder Você me fez me sentir “a Mais” Mas sempre foi o melhor dos pais O mais grave bullying vem de casa Agradeço e hoje já regenerei essa minha asa Sempre soube da semelhança Não é questão de herança A buscar meu centro Vi que a briga vem de dentro Você sempre foi exemplar, Só não precisava exagerar me sentia diminuída, Eu não tinha consciência. Era sutil, não tinha violência Me sentia sem importância Isso me levou a militância Aqui só tem amor Superei tanta dor! Mas até que ponto a conexão Depende da outra parte ou não? Eu não sou a única na relação A outra parte tem que querer aproximação Algo nos afasta, nem sei Foi por isso que apelei… Eu aposto que sou a sua Maior sombra também Talvez desde neném O que devo ter te feito, Pra tanta falta de respeito? Aos 11 e aos 15 nem sabia me defender Você gostava de que? De me ofender? O pior bullying foi em casa, Sei que não sou o que me disse Mas tu é palhaço? queria que eu risse? Eu era criança Quando tirava sarro de tudo que era meu, Nunca foi violento, você me explica então porque doeu? Nunca entendi porque o sistema não gostava de mim Mas se nem meu Velho me valorizava tanto assim, A errada devia ser eu. E assim tudo isso sobreviveu! Me fortaleci, me orientei, Me descobri...
A sociedade pode mudar

A sociedade pode mudar

(Na brisa, larica, avista uma PF será um blefe, minada, sou mais uma mimada! Já tem enquadro acontecendo, eu saio ilesa mais um vez, no auge dos meus privilégios vou vivendo. Refletindo… Sempre tive tudo, meu pai sempre proveu sou grata ao burguês aproveitei e agora é minha vez vou usar tudo que absorvi para revolucionar, usar tudo que eu aprendi.) A juventude resiste, resiste, existe! Eles não querem que existamos Veja a situação em que estamos Alguns se submetem Não gosto quando se metem querem podar nossas asas e tudo isso vem de nossas casas A juventude resiste, resiste e existe! Nosso país é um caos, clientelista Se há contraste, quem desfruta a boa vista? Os jovens são ensinados A serem todos gados Mas não podem nos parar tudo que sabemos fazer é questionar! A juventude resiste, resiste para existir! porque uma coisa eu sei que todo mundo merece ser tratado melhor que um vagabundo luta, porque só a luta muda a vida luto, que é verbo pra subida da vitória, só desfruta quem se alista na disputa A juventude resiste, insiste, resiste e existe! Tá todo mundo afogado na carência, buscamos sabedoria além da aparência Já passou a época em que tirávamos da natureza hoje exploramos tudo que vai à mesa tá tudo errado, não é possível ou sou eu que sou por demais de sensível? A juventude resiste até o fim, ela existe! Os poderosos ocultam a importância da nossa força de trabalho e constância nos tornamos alienados nos especializamos em cenários fechados Nós somos força de trabalho, a arte da guerra, somos o zap do baralho!...
Se dói, não vai

Se dói, não vai

Se dói, não transa Não se obriga Não se fere Não se maltrata não se permita sofrer! Se dói, física ou emocionalmente, Não se deixe levar pelo dever. Amar é pra ser bom Intimidade é pra ser leve. Se você não sabe os porquês Se questione, sempre, não faça nada no automático. Você não tem obrigação De fazer nada por ninguém, A não ser por você, Tentar ser feliz. Se quiser um objetivo, Uma obrigação a seguir. Uma missão… Ser sua melhor...
Lutar por você

Lutar por você

Nem faz sentido lutar por amor… Quem ama se desarma, se aproxima, se mobiliza, telefona, cria laço. Sua distância me diz que não ama Seu olhar diz que sim, ama Mas que tem medo Sinto que algo falta. Não sei o que faço. Queria ter força pra lutar por você, Pra se for amor aí, Você tenha coragem Pra amar...
Página 1 de 3012345...102030...Última »