A sociedade pode mudar

A sociedade pode mudar

Na brisa, larica, avista uma PF será um blefe, minada, sou mais uma mimada! Já tem enquadro acontecendo, eu saio ilesa mais um vez, no auge dos meus privilégios vou vivendo. Refletindo… Sempre tive tudo, meu pai sempre proveu sou grata ao burguês aproveitei e agora é minha vez vou usar tudo que absorvi para revolucionar, usar tudo que eu aprendi. A juventude resiste, resiste, existe! Eles não querem que existamos Veja a situação em que estamos Alguns se submetem Não gosto quando se metem querem podar nossas asas e tudo isso vem de nossas casas A juventude resiste, resiste e existe! Nosso país é um caos, clientelista Se há contraste, quem desfruta a boa vista? Os jovens são ensinados A serem todos gados Mas não podem nos parar tudo que sabemos fazer é questionar! A juventude resiste, resiste para existir! porque uma coisa eu sei que todo mundo merece ser tratado melhor que um vagabundo luta, porque só a luta muda a vida luto, que é verbo pra subida da vitória, só desfruta quem se alista na disputa A juventude resiste, insiste, resiste e existe! Tá todo mundo afogado na carência, buscamos sabedoria além da aparência Já passou a época em que tirávamos da natureza hoje exploramos tudo que vai à mesa tá tudo errado, não é possível ou sou eu que sou por demais de sensível? A juventude resiste até o fim, ela existe! Os poderosos ocultam a importância da nossa força de trabalho e constância nos tornamos alienados nos especializamos em cenários fechados Nós somos força de trabalho, a arte da guerra, somos o zap do baralho!...
Se dói, não vai

Se dói, não vai

Se dói, não transa Não se obriga Não se fere Não se maltrata não se permita sofrer! Se dói, física ou emocionalmente, Não se deixe levar pelo dever. Amar é pra ser bom Intimidade é pra ser leve. Se você não sabe os porquês Se questione, sempre, não faça nada no automático. Você não tem obrigação De fazer nada por ninguém, A não ser por você, Tentar ser feliz. Se quiser um objetivo, Uma obrigação a seguir. Uma missão… Ser sua melhor...
Lutar por você

Lutar por você

Nem faz sentido lutar por amor… Quem ama se desarma, se aproxima, se mobiliza, telefona, cria laço. Sua distância me diz que não ama Seu olhar diz que sim, ama Mas que tem medo Sinto que algo falta. Não sei o que faço. Queria ter força pra lutar por você, Pra se for amor aí, Você tenha coragem Pra amar...
Eu agradeço

Eu agradeço

Eu agradeço aos homens que respeitam as mulheres de forma integral e nos termos dela – agradeço aos que entendem que um “oi princesa” pode ser elogio para ele, mas ofensa para ela. Agradeço aos homens que procuram compreender a lógica da mulher e os que a leva em consideração, mesmo achando que sua própria lógica é a mais coerente. Eu agradeço aos homens que, ao se deparar com uma mulher que lhes agrada, mantém muito respeito ao aborda-la ou, agradeço ainda mais, os que nem incomodam a mulher desconhecida que está apenas de passagem no caminho. Eu agradeço aos homens que entendem que não deve ser uma ofensa ter seu machismo apontado por uma feminista e não procura desmerecer o ponto de vista dela apenas porque coloca ele numa posição de opressor. Tudo bem ter sido criado como opressor, agradeço os que escolheram seguir o caminho da compreensão acolhimento e compaixão. Eu agradeço aos homens que escutam o que a mulher tem a dizer sobre seus sentimentos e que não diminuem esse sentir, os que têm empatia e compaixão pra acolher essa mulher. Eu agradeço aos homens que admitem que podem ser opressores sem querer, apenas ao reproduzir comportamentos que foram ensinados e naturalizados. Eu agradeço a todos os homens que me veem como uma artista com grande potencial e visão, mesmo que não compreenda ou não concorde com minha opinião e mesmo que minha arte não lhe agrade. Agradeço aos que me vem primeiramente como uma alma, um ser humano, e apenas depois consideram a possibilidade de me ter como mulher e que me respeitam muito ao...
Ai, manda nudes

Ai, manda nudes

Ai que difícil eles gostarem de uma mulher Eles acham que deveríamos ser como eles. Exatamente como eles. Não aceitam o que vem da alma, do amor, dos laços construídos. E criticam o tempo todo. Você já olhou pra você? Pra suas próprias sombras, senhor Perfeição?! Pêlos demais, de menos; peso de mais, de menos Cabelo muito cheio, sufoca; muito liso, sem graça Sem bunda, reta; gostosa demais, deve ser puta. Mulheres são assediadas, não são levadas a sério E ao invés de proteger, cuidar, defender, eles propagam ideais que diminuem a mulher. Pra quê? Pra eles poderem ter algum destaque Imagina deixar as minas ficarem no microfone por mais tempo que nossos manos? Não, melhor soltar piadinhas sobre o corpo dela Sobre a sensualidade que se nota nela… Quem sabe ela fica constrangida e sai fora, deixa nossa crew machista reinar na pista. Claro que eles dizem que não, que essa Era já passou, mas só quem tá passando por isso, sente. Se você é está no papel de opressor, sua função é observar e se descontruir Não dizer que tudo isso é viagem Porque não é. Aliás, dizer que é viagem, só prova toda tese. Mas no erro, na sombra o cara usa joguinho emocional usa força, aumenta a voz, dá risada, desmerece faz manipulação, chantagem Ai, me poupem, não sou obrigada Ai que difícil um homem gostar da mulher minhas amigas já me alertaram: é um sacrifício pra eles gostarem de mulher, bom mesmo é o amigo dele, com quem ele deveria querer um relacionamento sério Ai que difícil pra ele respeitar o “não” da mulher...
Ser Mulher

Ser Mulher

Ser mulher e querer ocupar a rua vazia de domingo, onde apenas os homens estão andando livre e sorridentemente, é um desafio. Sair de casa pode ser assustador, ainda mais sozinha, mesmo confiando na reza forte de nossas mães . Estou indo pro evento, sozinha, encontrarei meus amigos lá, esperando o ônibus me senti mais segura porque tinha um casal e um senhor, mas antes disso os homens da vendinha de flores aqui de trás já me comeram com os olhos quando eu cheguei e um deles veio lenta e assustadoramente dar “boa tarde, linda” a uma garota que passava ouvindo um som e fumando seu cigarro. A rua, por direito, é nossa. Por efetiva ocupação, ainda não. A rua é hostil, no mínimo ameaçadora. Se você é mulher, não pode sair sozinha, muito menos arrumada, bonitona, sem que a todo momento um homem diferente te seque. Porque os homens fazem isso o tempo todo. Não todos, mas muitos e o tempo todo, tornando a experiência de sair de casa em um domingo, para uma mulher, assustadora. Pode parecer banal, mas a todo minuto precisamos ficar atentas de forma desproporcional. Sei que nunca podemos baixar a guarda, mas pra nós é fora do normal. Agora pouco, quando eu saía de casa, um homem passou de carro olhando tanto que achei que ele ia parar e oferecer carona. Não façam isso, homens. Isso dá medo. Não conheço você, não sei sua intenção. Se você é mulher e sai arrumada e confiante, pode estar fazendo um convite pra qualquer um de tocar e você nem sabe. Porque mulher ainda é pública....
Página 1 de 2912345...1020...Última »