@Adolescentes no Twitter

 O Twitter o pessoal já conhece, começou a bombar no Brasil no começo do ano. Mas que fama toda é essa que tem entre os jovens? Para entender melhor o que está acontecendo, conversei com seis deles que me acompanham no Twitter do meu blog pessoal. Aparentemente, esta é uma fase de transição, os adolescentes vêm dizendo que o Twitter vai dominar as redes sociais como, por exemplo, o Orkut. Ana Caroline Alves Melo, 15 anos, acha que “com o tempo o Orkut foi perdendo a graça”, ela mantém sua conta, mas usa mais o Twitter, e ainda diz: “a maioria dos adolescentes que conheço tem”.  Mesmo gostando e usando muito a novidade, Caio Barros, 12 anos, diz que seus amigos ainda não usam “não por ser ruim, mas porque eles não querem experimentar a novidade… ou então não a entendem”.     Juliana Almeida , 18 anos, tem quase 4.700 seguidores que não sabe direito de onde surgiu, acha que foi através de indicações. Pra ela, o Twitter e o Orkut serão usados paralelamente, porque “a forma de interagir é um pouquinho diferente, cada um tem um atrativo especial”. Na opinião de  Thábata Carrion , 16 anos, o  facebook  também é popular, mas “quando todo mundo tiver, o povo ‘tecnologicamente elitizado’ vai migrar para outra rede de relacionamento”. Uma afirmação que combina com a de  Lucas Vinicius , 12 anos, “o pessoal procura mesmo novidade, no mundo de hoje não dá pra ficar só em uma coisa”. Os objetivos do site são vários: fazer amizades, conhecer pessoas bacanas, ter mais contato com as celebridades (ou virar uma, talvez?), se divulgar e espalhar suas ideologias: “não muito… só quando estou inspirada. Na maioria...

Tática infalível

Sabe aquela vozinha que fica falando toda hora em nossos ouvidos? Às vezes não parece uma pessoa? Não dá vontade de conversar com ela? Pois bem, eu seria essa vozinha se eu fosse invisível! Eu não vou mentir: usaria isso como estratégia pessoal. Chegaria bem perto de cada pessoa do meu interesse e sussurraria: “sou seu inconsciente! Faça isso que é melhor pra você!” E depois assopraria em seu ouvido, repetiria a mesma frase e acompanharia a pessoa até convencê-la. Para o menino dos meus sonhos, diria “ela é tão bonita, porque não tenta conhecê-la? Ela é muito legal e inteligente, vocês têm muito em comum… ” Para meus professores, principalmente para o de química, diria: “Ela foi uma boa aluna o ano inteiro, não precisa reprová-la só porque não sabe a tabela periódica decorada!” Para meus pais, com certeza não pensaria duas vezes “sua filha é tão boazinha, nunca fez nada errado, porque não deixá-la chegar um pouco mais tarde nos finais de semana?” Se der tempo… faço alguma coisa pela paz mundial, mas acho que isso ninguém vai poder resolver só de estar invisível. E vocês? O que fariam se fossem invisíveis por...

Quanta angústia!

Eu realmente estou tentando. Tentando muito! Tentando não deixar que a tristeza e a baixa auto-estima tomem conta de mim. Não tenho certeza se auto-estima é algo conquistável, talvez seja coisa de momento… Às vezes acordamos com o pé esquerdo e tudo está ruim: cabelo, rosto, gordurinhas localizadas… Pra mim, sempre parece uma bola de neve: eu não me amo, não me amam, eu me amo menos, as pessoas me amam menos. Ok, vamos manter a palavra “amar”, mas com o sentido de “desejar”, porque é nesse sentido (desejar), mas quero usar essa palavra (amar). É muito difícil me sentir bem comigo mesma, quando eu me sinto tento aproveitar, mas sempre estou procurando o motivo de, quando não estou, não estar bem comigo mesma e não gosto da ideia de que só consigo ficar bem se alguém disser isso pra mim. No desespero corro pra algumas pessoas procurando ajuda. Tudo que escuto levo muito em consideração, mesmo tento coisa que não consigo entender (não que eu não queira)… Não entendo a minha mãe, por exemplo, que sempre me diz que talvez o que falta em mim é uma “religiosidade”. Se religiosidade é cultural e não fisiológica, como pode me fazer tão mal fisicamente? Eu sei que a alma também precisa ser alimentada, mas eu alimento ela como eu posso, muito bem, obrigada. Se meu problema é auto-estima mesmo e se isso se resolve com um elogio alheio, vocês acham mesmo que tenho que colocar Deus nisso e dizer que isso é obra Dele? Acho que minha angustia toda se resume a não me amar suficientemente pra viver feliz só...

Roller Coaster

(No filme, não poderei olhar pras câmeras!) Minha vida tinha que ser filmada em uma montanha russa. Por que minha vida é uma dessas bem grandonas e infinitas. Seria um filme direcionado para o público infantil, mas na hora que fôssemos assistir, perceberíamos que tem um história muito sensível e tocaria o coração de todos. Como todos os filmes infantis ele passaria uma mensagem e entreteria. A minha vida é cheia de gargalhadas e lágrimas. Talvez todas sejam, mas da mesma maneira que nem sempre me vêem chorar, não vejo o sofrimento dos outros, então não sei. Uma hora estou rindo e falando pelos cotovelos, na outra estou desabando e formando um laguinho com meu choro. Minha vida faria o maior sucesso nos cinemas porque o público gosta de filmes de comédias sensíveis. Os últimos filmes que vi assim foi Up! Altas Aventuras (infantil, Disney) e Divã (com a Lília...

Fora-Online

Quando eu estava na sétima série, estava ficando com um menino da oitava. Antes de ficarmos juntos, nós éramos muito amigos. A gente conversava sobre tudo só que ele sempre tinha uma segunda intenção. Pegava na minha mão, tentava me beijar, mas continuávamos amigos. Até um dia que eu cedi: fiquei com ele. Eu não gostava muito dele como namorado, mas eu sempre dei chance pra todos os pretendentes que queriam me fazer feliz, portanto não achava ruim a gente estar junto, ele era super legal! Ficamos umas duas semanas, mas só quando nos encontrávamos na escola, não era nada sério. Um dia estávamos conversando no lendário ICQ e ele me perguntou: “Gabi, você realmente gosta de mim ou está ficando comigo por ficar?”. Tchanchanchanchaaaan! Eu pensei “Poxa, legal, acho que ele vai me pedir em namoro”, nem pensei que essa pergunta não era de ser feita pela internet, então disse que estava envolvida, sim, com ele, pra ver se deixava mais romântico o pedido de namoro. Foi aí que ele disse: “então, eu não queria te magoar, mas eu estou a fim de outra pessoa e a gente vai ter que terminar”. Ele me deixou com uma esperança danada. Eu tinha quase certeza que ia rolar um namorico ali. Eu já estava até emocionada, mesmo achando que ele não era meu príncipe encantado, não foi justo ter me deixado esperançosa e depois me deixar offline da vida dele, via internet! E vocês? Qual o fora mais tosco que já...

Cultura jovem brasileira

Essa semana estreiou o trailer de um filme da Disney com produção brasileira. Isso me fez pensar. Tá parecendo que vai ser a mesma história do filme americano, mas em versão verde-amarel: trocarão basketball por futebol. Será que vai ser só isso que vai mudar? E eu tenho minhas dúvidas no objetivo de fazer uma produção brasileira. Será que vai mostrar nossa cultura? E não estou falando do nome do time chamar ‘Lobos Guará’! Eu espero que coloquem muito Brasil nessas produções, afinal, a cultura americana não é melhor que a nossa e se for pra deixar os costumes de lá, uma pergunta: Porque esse trabalho? Os filmes e séries americanas mostram que a forma de se relacionar amorosamente é diferente da forma daqui. Em outros países as pessoas parecem só beijar quando estão emocionalmente envolvidos e parece ser um grande evento. Já aqui no Brasil está bastante banalizado, pode ser que não seja todo mundo que faça isso (o que é bom), mas por aqui parece que beijar na boca, quando você não é BV, não é lá grande coisa! Eu sei que no Brasil existe tanto preconceito, influência de amigos e da família quanto nos outros lugares do mundo, mas me parece que nós nos preocupamos menos com o que os outros pensam, aparência e nos divertimos bem mais! Não é muito legal isso? A gente é diferente, nosso jeito de se divertir também. Nunca vi numa novela ou seriado para crianças e adolescentes uma Festa do Farol (verde: pode chegar beijando; amarelo: vou pensar antes de aceitar; vermelho: nem precisa chegar porque não vai rolar). Vocês...
Página 10 de 18« Primeira...89101112...Última »