Pensando Jornalismo

O principal objetivo do jornalismo é informar e essa é a forma de as pessoas saberem o que acontece no mundo. Ninguém poderia saber o que acontece em um lugar onde não está se não existisse a mídia para apurar e passar as informações mais importantes – de acordo com o que o veículo considera prioridade – para as outras pessoas. Uma boa maneira de se atualizar é lendo jornais como O Estado de São Paulo ou a Folha de São Paulo, por conter várias notícias em um lugar só. É sempre bom procurar várias fontes de informação, ao fazer isso descobrimos que se nos basearmos somente no jornalismo, por exemplo, da Rede Globo, corremos o risco de nos prender no ponto de vista do interesse deles. Não que seja exclusividade da emissora, mas ela joga com os fatos de acordo com o que quer passar para o público, principalmente em relação à política. Mesmo parecendo que fazer jornalismo é só resumir as notícias e apurar os fatos do nosso cotidiano, não é. É preciso ser muito imparcial, o que é muito difícil fazer por sermos todos humanos e querermos ter sempre opinião sobre tudo. Um fato sempre tem mais de um lado, às vezes, mais de dois, mas para fazer um bom jornalismo não devem existir interesses pessoais na notícia e que nem todos os cidadãos têm o mesmo ponto de vista que nós, tentar, ao máximo, passar a notícia por ela mesma. Agora também faço parte de:...

Bloqueio de linha de telefonia móvel.

Sempre achei interessante andar de ônibus por causa das estórias que circulam por lá. Normalmente, não presto muita atenção nos assuntos por ficar lendo e/ou ouvindo música, mas o último papo me deixou com tantas dúvidas, que escutei o máximo que pude e ele me levou ao início deste post. Uma moça jovem, aparentemente com 25 anos, conversava com uma colega, talvez um pouco mais velha: “fiquei sabendo do seu celular, que prejuízo, heim?!”. Num primeiro momento, achei que estava falando do aparelho, mas pelo o que consegui entender ao desenrolar da conversa foi o seguinte: a mulher perdeu seu celular e quando ligou para a central de atendimento querendo cancelar a conta, o consultor teria cobrado uma multa para que isso fosse feito. Como achou um absurdo o valor cobrado, resolveu deixar como estava e comprou outro celular e outra linha, mesmo pagando sem usar a perdida. Tive certeza que não mesmo estava usando a linha quando comentou: “sorte que eles não estão usando mais do que o plano, não tem vindo nada a mais para pagar.” Minha vontade era interferir na conversa dando-lhe informações. Fiquei insegura por ser enxerida e não o fiz. O que fazer num caso como o da moça? O melhor de tudo é manter-se informado (isso pode deixar comigo)! A tecnologia usada na maioria dos aparelhos é a GSM (Global System for Mobile Communications), mesmo no mercado desde os anos 80 em outros países, no Brasil, a operado Tim trouxe apenas em 2001, essa geração já é bem conhecida, mas as pessoas ainda têm algumas dúvidas. Na prática, é uma maneira segura de...

Esperança um pouco menos distante

Com tantas pessoas por metro quadrado nas grandes metrópoles, é inevitável que, com freqüência e de várias formas diferentes, elas sintam seu espaço invadido e percam a paciência: no trânsito das 19 horas; quando um menino de rua assalta alguém ou quando duas pessoas querem a mesma última caixa de sabão em pó em promoção. A melhor solução não é ficar acomodados com o caos e sim pensar em como melhorar para que todos se beneficiem. A primeira atitude para que a violência acabe é urbanizar melhor e industrializar mais o interior dos estados. O governo deveria implantar faculdades públicas de qualidade e incentivar as particulares a implantarem campus também em mais dessas cidades. Além do terceiro grau, elevar o nível da educação do primeiro e segundo também. Com essas medidas, os jovens poderiam ter mais alternativas para “criarem raízes”, diminuindo, em longo prazo, a aglomeração nas capitais. Ainda com as pessoas melhor distribuídas pelas cidades, existem as que não conseguem fixar-se em um emprego por muito tempo. Fatores para o desemprego são vários: idade; pouca ou nenhuma formação; pelos dois itens anteriores ou por falta de oportunidade e perseverança. Para que todos consigam trabalhar, é necessário que o terceiro grau seja acessível para todos, afinal de contas, quase não existem mais trabalhos nas metrópoles que a pessoa use totalmente sua força física por causa da tecnologia das máquinas. Quando não houver mais aglomeração e a maioria das pessoas estiverem empregadas, será necessário investir de vez na educação infantil para que o ciclo não se quebre e os futuros jovens e adultos façam boas faculdades e tenham melhores empregos....

Tendências trabalhistas

É ensinado desde cedo que o trabalho é indispensável para tirarmos recursos para a nossa sobrevivência. Existem muitos tipos de trabalho, mas de maneira geral ou se trabalha na fabricação de produtos ou partes deles, ou presta um serviço, o que está virando tendência por causa das inovações tecnológicas do mundo moderno. Muito se fala sobre o emprego dos sonhos que são, normalmente, relacionados aos artistas, empresários, investidores entre outros, mas cada profissão tem seus obstáculos, seus problemas isso porque não existe trabalho sem esforço. O progresso da sociedade capitalista faz com que todas as áreas abram novos ramos, mas estão exigindo pessoas com mais conhecimentos específicos, estimulando às pessoas a estudarem mais e conseguirem outros certificados além do terceiro grau. A concorrência, uma conseqüência do capitalismo, é tendência mundial e para que as empresas progridam é necessário investimentos em tecnologias que produzem mais em menos tempo e então, as pessoas que ainda usam a força física como seu instrumento de trabalho, tem sua atividade desvalorizada, recebendo salários mínimos e completando um ciclo: a pessoa que ganha pouco, muitas vezes, trabalha em mais de um emprego para ganhar mais dinheiro para poder viver melhor, mas por conta disso, não encontra tempo para se especializar, não conseguindo melhorar de vida. O mundo está evoluindo e, com ele, as máquinas trabalhando no lugar de pessoas, fazendo com eu os homens tenham que usar o que uma máquina jamais poderá nos superar na hora de criar, montar, criticar etc. Usar a arte de pensar para ganhar espaço no mundo em...
Página 4 de 41234